Começa julgamento de soldado que vazou documentos ao WikiLeaks

Postado por: Editor NJ \ 3 de junho de 2013 \ 0 comentários

Americano de 25 anos responde por conluio com o inimigo. Ele pode ser condenado à prisão perpétua.

O julgamento militar de Bradley Manning, o soldado americano que forneceu milhares de documentos secretos do governo ao WikiLeaks, começou nesta segunda-feira (3), mais de três anos após sua prisão no Iraque.

O soldado de 25 anos compareceu diante de uma corte marcial presidida pela juíza Denise Lind às 10h30 de Brasília. Ele é acusado do maior vazamento de informações confidenciais da história dos Estados Unidos.

Jornalistas americanos e de todo o mundo esperaram em fila por duas horas para passar pela segurança e entrar na sala do tribunal.

Manning forneceu ao WikiLeaks 700.000 documentos militares e diplomáticos classificados de novembro de 2009 até sua prisão, em maio de 2010.

Manning se declarará culpado de 10 das 22 acusações feitas contra ele, anunciou em fevereiro seu advogado David Coombs, pelas quais pode ser condenado a 154 anos de prisão.

A acusação mais grave que enfrenta é "conluio com o inimigo" - castigada com a prisão perpétua e da qual se declarará inocente - por ter transferido ao WikiLeaks informações confidenciais sobre as guerras de Iraque e Afeganistão e mais de 250.000 documentos do departamento de Estado.

Está previsto que o julgamento dure até 23 de agosto.
Autor: Da France Presse
Fonte: www.jusbrasil.com.br

categoria:

0 comentários

-------------------------------------------------------------------------
É um prazer receber seu comentário e ter sua participação.
Repasse a seus amigos e convide-os a opinar também.