Justiça autoriza uso de recursos públicos na Jornada Mundial da Juventude

Postado por: Editor NJ \ 15 de julho de 2013 \ 1 comentários

Rio de Janeiro – O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro decidiu manter a licitação para a contratação de serviços de saúde para os eventos da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), pela prefeitura do Rio de Janeiro. A informação foi divulgada pela prefeitura do Rio de Janeiro, por meio de nota.

A licitação foi contestada pelo Ministério Público. O órgão considerou que a contratação dos serviços de atendimento médico e ambulância, no valor de R$ 7,8 milhões, não deveriam ser pagos pela prefeitura.

Segundo o Ministério Público, a prefeitura não deveria aplicar recursos em um evento privado como a Jornada Mundial da Juventude, que é organizado pela Igreja Católica. Em primeira instância, a Justiça havia negado o pedido do Ministério Público e mantido a licitação.


Ontem de manhã, no entanto, a Justiça decidiu exigir da organização da jornada que apresentasse uma lista de imóveis da igreja no valor de R$ 8 milhões, que pudessem servir de caução e evitar possíveis prejuízos ao Erário.

À noite, a prefeitura do Rio divulgou uma nota informando que a Justiça autorizou a continuidade do processo licitatório para a escolha das empresas que prestarão serviços médicos durante os eventos da JMJ.

Fonte: www.ebc.com.br

categoria:

Um comentário:

  1. A população Brasileira precisa e reclama a falta de médico em todo o país diariamente. Enquanto isso, num único evento 8 milhões são gastos? ESPERO QUE SEJAM PRESTADOS CONTAS DOS GASTOS DETALHADAMENTE DESSE EVENTO E PARA ESSA JUVENTUDE QUE RECLAMA HONESTIDADE POR PARTE DOS SEUS REPRESENTANTES OS POLÍTICOS.

    ResponderExcluir

-------------------------------------------------------------------------
É um prazer receber seu comentário e ter sua participação.
Repasse a seus amigos e convide-os a opinar também.