Advogado-geral da União defende contratação de médicos cubanos

Postado por: Editor NJ \ 22 de agosto de 2013 \ 1 comentários

O advogado-geral da União, Luís Inácio Adams, defendeu nessa quinta (22/8), na Câmara dos Deputados, a decisão do governo federal de contratar 4 mil médicos cubanos pelo programa Mais Médicos, que tem o objetivo de levar esses profissionais às áreas mais carentes do Brasil. Adams disse que não vê possibilidade de questionamento ao programa e que tem confiança na qualidade das decisões do governo. "Temos 700 municípios sem médico, extrema carência de médicos no interior do País", declarou.

Ele afirmou que há preocupação em atender a população e garantir os direitos dos médicos, que devem ser remunerados diretamente por Cuba com os recursos repassados pelo Brasil. "Esse modelo já vem sendo praticado por Cuba em acordos com outros países", disse Adams à imprensa, antes de participar de audiência pública na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania).

Luís Inácio Adams disse ainda que o governo espera chegar em breve a um entendimento com o setor sindical, a fim de mandar uma proposta de regulamentação da greve de servidores públicos ao Congresso.

Fonte: Última Instância

categoria: , , ,

Um comentário:

  1. É uma pouca vergonha pôr a saúde da sociedade em mãos estrangeiras!

    ResponderExcluir

-------------------------------------------------------------------------
É um prazer receber seu comentário e ter sua participação.
Repasse a seus amigos e convide-os a opinar também.