Prefeituras vão demitir médicos para receber equipes do governo

Postado por: Editor NJ \ 30 de agosto de 2013 \ 2 comentários

Com o objetivo de diminuir as contas dos municípios, prefeituras de pelo menos 11 cidades do país estariam considerando ou já teriam confirmado a demissão de médicos brasileiros contratados para receber estrangeiros do programa Mais Médicos, que é custeado pelo governo federal.

Se concretizada, a decisão das prefeituras pode anular o principal objetivo da medida, que foi criada para aumentar o número de profissionais em regiões do país que sofrem com a carência de médicos.

De acordo com o jornal, as prefeituras hoje recebem do governo cerca de R$ 10 mil por equipe no programa Saúde da Família, sendo responsáveis por pagar os complementos de salário e encargos. O problema é que os profissionais chegam a receber R$ 30 mil por mês.

A justificativa das prefeituras para a substituição das equipes é a economia que ela representaria no orçamento, uma vez que o Mais Médicos é integralmente custeado pela União.

Os municípios que analisam demitir os profissionais estão no Amazonas, na Bahia, no Ceará e em Pernambuco.

Fonte: Folha de S. Paulo

categoria: ,

2 comentários:

  1. "Terrorismo nosso de cada dia."

    O que esperar do jornal do DOI-CODI?
    NADA!

    ResponderExcluir
  2. MaisMédicos não permite demissão por prefeituras de médicos que já atuam na atenção básica.
    http://www.blog.saude.gov.br/maismedicos-nao-permite-que-prefeituras-demitam-medicos-que-ja-atendiam-na-atencao-basica/

    ResponderExcluir

-------------------------------------------------------------------------
É um prazer receber seu comentário e ter sua participação.
Repasse a seus amigos e convide-os a opinar também.