Aluna do curso de Direito faz uma petição endereçada à Dilma sobre a declaração de que advogado é custo

Postado por: Editor NJ \ 1 de outubro de 2013 \ 15 comentários

Laircia Vieira, aluna do curso de Direito da Universidade de Fortaleza (UNIFOR) fez uma petição, nesta terça-feira, em desfavor da excelentíssima presidente da República Dilma Rousseff. A ideia, segundo ela, veio assim que a presidente fez um pronunciamento em Nova York acerca da profissão do advogado. De acordo com Dilma, "advogado é custo, engenheiro é produtividade." Essa frase repercutiu tanto no Brasil que a própria OAB Federal emitiu uma nota em repúdio à chefe do Executivo. Segue, portanto, o link para que possa ser visualizada a petição.
                                                                                   
                                                                                    Vale a pena conferir: http://goo.gl/Bd5wNb

categoria: ,

15 comentários:

  1. Uma aluna faz uma petição? certo, palmas para o Nação Jurídica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Busque o sinônima da palavra petição.
      Fica a dica e sem cobrança de honorários.

      Excluir
  2. Parabéns, ótima iniciativa e sim, ela me representa sim, como profissional do direito e aceito o endereçamento da petição que o nosso "amigo" Anônimo aí de cima não prestou atenção, que esta petição é pública a endereçada ao povo brasileiro, endereçada para que o povo cumpra com o seu dever e saia de sua linha de conforto.

    Parabéns!

    ResponderExcluir
  3. Realmente a intenção é boa e concordo com algumas das coisas ditas na "petição", como brincadeira, realmente ficou legal.
    Entretanto, inegável é o tom jocoso que se forma diante da declaração da presidente.
    Não pode levar a sério a "petição" redigida pela colega, mesmo que com boa intenção, a não ser como brincadeira, afinal é esdruxulo os inúmeros erros cometidos, além de evidente infringência ao estatuto e a CF (que determina normas claras para o julgamento do presidente) e principalmente ao CPC e suas normas.

    Mesmo que a presidente não reconheça a importância dos advogados, sem eles "petições" absurdas como essa poderiam surgir no meio jurídico e tornar-se-á o caos.

    A presidenta tem razão no que diz, e não na forma que foi dito. Realmente o Brasil para crescer e se fortalecer a nível mundial precisa de mais engenheiros, entretanto isso não é problema dos advogados, os quais tb exercem função de tamanha importância, que se assim não fosse, voltaríamos a viver na ditadura e tenho certeza que a presidenta não gostaria de relembrar estes tempos....
    Não acho que a presidenta deva desculpas, por mais infelizes que tenham sido suas palavras, a final ela está certa, mas se ela preza tanto assim o crescimento do país poderiam começar revertendo 10% de seu salário para a Educação, e/ou não aceitar mais bandido e corrupção no congresso, que é de onde fere e faz sangrar o País que vivemos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo em partes com sr Anonimo aí em cima, pois acredito que a Sra Presidente deve sim desculpas aos advogados, pois tudo o que a mesma diz sobre o país repercute de uma forma negativa aos ouvidos do cidadãos do senso comum que por sua vez preferem 'ouvir' a 'ler', justamente por não gostarem de ler , são levados com a opinião da maioria e fazendo-os ter uma ideia negativa sobre a profissão, e de uma certa forma, direta ou indiretamente prejudicando a categoria.

      Excluir
    2. Mas, até o momento, vejo que você foi o único que levou a petição a sério! A proposta dessa petição não é ser encaminhada ao judiciário, mas sim falar sobre a declaração da presidente no formato de petição para chamar atenção ao exercício da advocacia e como esse trabalho intelectual não é mera e simples intermediação entre cidadão e judiciário, nota-se que a colocação do art. da CF como competência foi uma brincadeira, com esse endereçamento não dá para se encaminhar petição...

      Excluir
  4. Eu sou estudante de Direito e dá mto desânimo nessa profissão, pq Tem mtooooooooooooooooooooooooooooooo advogado no Brasil msmo, fora os milharesssssssssssssssss de bacharéis que não passam que ficam tentando ser aprovados!!

    Vamos olhar para os países desenvolvidos: Observem, pesquisem, procurem observar, que a quantidade de pessoas da área tecnologica eh mto grande e em diferentes níveis de trabalho, tais como, os Engenheiros.

    Precisamos de Advogados?? SIM, mas nao de milhares destes!! Engenheiros sim precisamos, se quisermos um dia, chegar próximo de ser um país desenvolvido.

    O Brasil não investe no desenvolvimento e na melhora do aspecto tecnologico, pq faltam profissionais!!

    Parem e pensam, não pensem de maneira rápida e simplista!! Não pensem q só pq cursa Direito ou q eh advogado, já dá pra sair por aí, metendo bronca, sem analisar a REALIDADE DO PAÍS EM QUE VIVE!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pimenta no olho dos outros é refresco, mude de curso você mesmo.

      Excluir
    2. Aaaah, entendi, na sua cabeça, os outros têm que mudar de curso, não você... Porque aí você pode permanecer no curso feliz e satisfeito, os outros que também se interessaram pela área que saim (tentando entender a sua lógica).

      Excluir
  5. Muito corajosa a acadêmica de Direito... Concordo com a mesma em relação a defesa feita aos Advogados e Advogadas desta país, alegações totalmente errôneas que a Sra Presidente fez, afinal comparar um "Advogado" com um "Engenheiro" ? O Advogado está trabalhando para manter e garantir o direito do cidadão brasileiro, assim tendo ampla participação em um dos três poderes do nosso país, sendo este o JUDICIÁRIO, sendo que o Legislativo cria as leis, o Executivo executa e o Judiciário julga as leis criadas pelo legislativo, prevalecendo o Principio da Dignidade da pessoa humana (art1° III da CF/88) e inclusive julga as atuações do Executivo, e neste poder de fulcral importância atuam os nobres ADVOGADOS, profissionais de fulcral importância para a justiça brasileira, pois eles garantem os direitos do cidadãos brasileiros ou estrangeiros residentes neste país. Agora dizer que eles geram custos ao governo? De forma alguma, pois é comprovado que os Advogados, que financeiramente são mais bem sucedidos, são os que atuam na área privada, mister frisar que muitos deste profissionais ganham até mais do quê Juízes, que são remunerados pelo estado, ou seja, governo não investe em ADVOGADO. Mas e nossos nobres Engenheiros... São profissionais de respeito também, mas digo, não constroem onde não tem o que construir, e nem constroem como os homens da caverna, a priori é necessário estrutura, economia, educação, pois eu peço que comprovem que pobre consegue contratar um engenheiro para construir a sua casa, fica a pergunta... Os engenheiros são grandes profissionais? São sim, mas eles não geram economia, o que gera economia são pessoas dotadas de educação, portadoras de formação onde conseguem gerar rendas, diminuir a violência, entre outros, afinal são eles que contratam os engenheiros, até o próprio governo... eu como um mero ACADÊMICO de Direito sem fazer nenhuma referência bibliográfica, ou fundamentação, pois foi mero desabafo, afirmo, que o maior motivo do nosso país não ser considerado uma potencia mundial, em termos econômicos é a falta de investimento na educação, e não o investimento nos ADVOGADOS, que diga-se de passagem é absolutamente mínimo...

    ResponderExcluir
  6. achei muito ruim... se era pra ser engraçada não foi, se era pra ser sério ficou pior ainda!

    ResponderExcluir
  7. o que interessa é a intenção . valeu formando .

    ResponderExcluir
  8. Acha que advogados e engenheiros estão no mesmo patamar de igualdade. Ninguém é melhor ou pior .A diferença e o reconhecimento de cada profissão quem faz somos nós mesmo através de nosso trabalho com responsabilidade e dedicação. Mas fiz o curso de Direito e já tentei 4 vezes o exame da ordem e não passei. Mas não que eu não estude o suficiente ou que não sei de nada. Acontece que os juristas que criaram o exame de ordem foram justamente aqueles que detém os maiores cursinhos jurídicos no país e claro,se acabar com o exame também acarretará prejuízos ao bolsos deles. Porque afinal em que mesmo este exame contribuem para a vida profissional de um advogado? A prova é classificatória e eliminatória e não mede nenhum tipo de conhecimento. Teria que exigir era uma especialização aos alunos recém formados ,aí sim ! Estariam contribuindo para o desenvolvimento da educação jurídica deste país.

    ResponderExcluir

-------------------------------------------------------------------------
É um prazer receber seu comentário e ter sua participação.
Repasse a seus amigos e convide-os a opinar também.