Rato na Coca-Cola nunca existiu, conclui TJ-SP

Postado por: Editor NJ \ 14 de novembro de 2013 \ 37 comentários

O suposto rato encontrado em uma garrafa de Coca-Cola, que causou uma crise de imagem pela qual a empresa precisou manifestar-se publicamente negando o ocorrido, na verdade, nunca existiu. Esta foi a conclusão do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP).


Na quarta-feira, a juíza Laura de Mattos Almeida, da 29ª Vara Cível do TJ-SP julgou improcedente a ação de Wilson Batista de Resende contra a Spal, engarrafadora da Coca-Cola no Brasil.

O relojoeiro, que tem dificuldades motora e de fala, diz ter adquirido a condição após ingerir o conteúdo de uma garrafa da bebida que fez "seus órgãos queimarem". Ele teria comprado um fardo com seis embalagens do produto, e alega que, em uma das garrafas, havia uma cabeça inteira do roedor.

Peritos do Instituto de Criminalística (IC) vistoriaram duas fábricas da Spal nas quais poderiam ter sido fabricadas as garrafas do lote que, segundo Resende, estaria contaminado. As unidades ficam em Jundiaí e Cosmópolis, no interior de São Paulo. Além disso, o e do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT), analisou o conteúdo das três garrafas de Coca-Cola enviadas pelo Ministério Público, das quais uma supostamente lacrada teria no seu interior uma pata inteira de rato.

Segundo a sentença, disponível para consulta no site do TJ-SP, "os peritos do Instituto de Criminalística concluíram que, no processo normal de enchimento e engarrafamento de embalagens de 2 litros do refrigerante Coca-Cola, nas unidades de Cosmópolis e Jundiaí, considerando as condições físicas e de higiene das instalações, além das boas práticas de manufatura adotadas, não é possível o aparecimento de um corpo estranho do tipo observado visualmente na garrafa lacrada"

O documento ainda diz que, de acordo com o engenheiro responsável pelas análises do IPT afirma em seu lado que "existe a possibilidade de que a tampa original tenha sido removida, com a adulteração do conteúdo, e a garrafa novamente fechada com uma tampa nova, retirada do processo de fabricação ou de outra garrafa, sem que tenha ocorrido ruptura do lacre."

A setença reitera ainda: "Além da inexistência de prova segura de ter sido o produto fabricado pela ré e dos fortes indícios de fraude, não se pode deixar de considerar, ainda, que o autor não ingeriu a bebida acondicionada nas garrafas onde se encontravam a pata e a cabeça do roedor. A mera repulsa de visualizar o corpo estranho não constitui causa de alteração psicológica apta a ensejar a condenação do fabricante ao pagamento de indenização por danos morais"

Sobre a condição de Resende, o documento diz que segundo perícia realizada por psquiatras e neurologistas do Instituto de Medicina Social e de Criminologia de São Paulo (IMESC), ele "não apresenta alterações ou sequelas neurológicas relacionadas ao envento".

Para os especialistas do Instituto, o relojoeiro é portador de transtornos de personalidade e comportamento devido a alguma doença, lesão ou disfunção cerebral. A sentença diz  que os problemas psiquiátricos de Resende puderam ser notados em seu depoimento pessoal quando teria dito que, desde os supostos problemas com o refrigerante, "passou a dedicar-se a prender gerentes do Carrefour pela venda de produtos defeituosos" e que "vai até o fim do mundo contra a Coca-Cola".

A decisão é de primeira instância e ainda cabe recurso.

Fonte: www.terra.com.br

categoria: ,

37 comentários:

  1. Gente louca, que isso! Não duvido que tenha bebido alguma coisa com um rato dentro! Só isso justifica tanta merda de uma pessoa só!

    ResponderExcluir
  2. E quantos bilhões a Coca Cola pagou por essa sentença ?

    ResponderExcluir
  3. VERDADE, NUM PAÍS EM QUE TUDO SE COMPRA, QUANTO SE PAGOU?

    ResponderExcluir
  4. Isto é uma VERGONHA!!! A COCA COLA EM SI É UMA VERGOOOOOOOOOONHA!!! E QUANTO AS SEQUELAS ??? SURGIRAM DO NADA??? Essas corporações só veem o lucro não enxergam o ser humano e seus sentimentos, a justiça divina tem poder, os humilhados serão exaltados !

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu querido/queria anônimo. Lhe falta estudo e conhecimento para utilizar tais argumentos. Humilhação é ter que ler um comentário desses em uma página que mostra nada mais do que a verdade. Sinto muito pela sua falta de conhecimentos.

      Excluir
    2. concordo c vc anonimo.

      Excluir
  5. Turma vamos raciocinar... se ele tomou esse a coca cola com rato como o lacre esta intacto?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. essa é outra garrafa. ele tinha comprado e um pack de garrafas de 2 litros e na primeira garrafa sentiu uma acidez enorme. e eum uma das garrafas tinha um rato

      Excluir
    2. então! sem falar que o cara é meio xarope!

      Excluir
  6. Não duvido nadinha q a coca-cola, pra não pagar uma alta indenização nem perder sua "imagem", tenha dado um jeito de "forjar" tal resultado!

    ResponderExcluir
  7. ele comprou um pacote com 6 , o que significa que o lote estava contaminado, não fico indagando-me com a questão do lacre, se estava ou não lacrado, as sequelas são visiveis, ou estou enganada? é um absurdo não focar no estado físico em que o relojoeiro se encontra. Sem duvida alguma houve suborno, as pessoas são compradas, interesseiras, só visam a si, não enxergam o próximo, sempre querem mais e mais, infelizmente este cidadão prejudicado não tem aquisição financeira suficiente para defender-se, se isto acontecesse com a filha de alguém muito rico e repercutisse na mídia queria mesmo ver se iriam dizer que trata-se de questão psicológica. RÍ-DÍ-CU-LO !!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sem chance alguma, a história era muito esdrúxula!

      Excluir
  8. alguem realmente achou que a PODEROSA COCA-COLA COMPANY ia ser condenada? podiam ter encontrado um ninho de ratos na fabrica, que ainda diriam que foi plantada. mas nao podem falar do Brasil. isso aconteceria em qualquer tribunal do mundo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vocês não conhecem uma pessoa muito pertubada ou louca?

      Excluir
  9. Sabem o que é mais ridículo? : "os peritos do Instituto de Criminalística concluíram que, no processo normal de enchimento e engarrafamento de embalagens de 2 litros do refrigerante Coca-Cola, nas unidades de Cosmópolis e Jundiaí, considerando as condições físicas e de higiene das instalações, além das boas práticas de manufatura adotadas, não é possível o aparecimento de um corpo estranho do tipo observado visualmente na garrafa lacrada" Essa é a perícia de 10 anos atrás ? Creio que não !!!

    ResponderExcluir
  10. No "brasil" com "b" minúsculo, porque tá ficando cada vez mais insignificante, com tanta gente podre que aqui habita, não falta mais nada pra se tornar um país de sexto mundo. Pqp!!! vocês acham que vão enganar quem? bando de fdp! Agora querem dizer que ele conseguiu trocar a tampa do refrigerante e engarrafá-lo com todo aquele gás do produto? A empresa se safou porque o brasileiro é corrupto mesmo. Quero ver onde vamos parar com essa cultura podre, que "só importa se eu estou ganhando!"

    ResponderExcluir
  11. Com todo respeito q merece os nobres julgadores e peritos.

    Mas a minha coca cola tem 18 anos e de vidro e tem um canudo dentro
    Então me desculpe mas acho que erros acontecem..

    ResponderExcluir
  12. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  13. Kkk todo gaz dentro? O gás n sai imediatamente n i com e q sabe q tinha gas ainda na garrafa? Erros podem acontecer olha quantos anos a coca cola tem e quantos casos desse tipo existe? N to defendendo a coca cola mais algumas coisas temos q levar em consideração

    ResponderExcluir
  14. sentença com certeza comprada, e pericia forjada. Pais de merda onde uma empresa faz o que quer com o consumidor e fica por isso mesmo.

    ResponderExcluir
  15. WTF ... Criticam tanto e falam tão mal do Brasil!
    Como disse o cara ala em cima isso aconteceria em qualquer lugar no mundo.. Não estou querendo dizer que o Brasil é um bom pais, pq todos sabemos que não é.. mais é onde vivemos então aprendam a respeitar e quem não gosta daqui procurem outro pais melhor,
    APOSTO QUE 90% DESSES QUE ESTÃO FALANDO DA COLA-COLA NUNCA DEIXOU DE TOMAR A MESMA,

    ResponderExcluir
  16. Não duvido que isso foi comprado também, sendo que qualquer processo que a coca cola venha admitir falhas no Brasil, suas vendas iriam cair pra (0), sem contar a repercussão que isso iria gerar, se fosse realmente verdade!

    ResponderExcluir
  17. Ola o que o cara disse: "transtornos de personalidade e comportamento devido a alguma doença"
    Alguma doença ???? que isso?? nem uma pericia esses caras sabem fazer. esse País é uma bosta mesmo, quem tem grana manda.

    ResponderExcluir
  18. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  19. Sou advogado e já processei a Pepsico porque encontrei fezes de rato no salgadinho Baconzitos, sendo a justiça feita no TJ-SP, a qual foi a maior indenização do gênero no Brasil http://www.conjur.com.br/2008-fev-11/tj_paulista_critica_omissao_pepsico_condena. Ao ler a reportagem, decidi escrever porque essa NÃO É A DECISÃO NEM A POSIÇÃO DO TRIBUNAL DE JUSTIÇA DE SP SOBRE O ASSUNTO, como dá a entender a chamada da reportagem.

    A empresa sempre alega que a contaminação teria acontecido "depois" do processo de produção - ou seja, que foi o cidadão quem deliberadamente teria contaminado o produto. Sempre se apoia no argumento de possuir avançado método de fabricação de alimentos. Alega tudo isso em juízo, com acusações à pessoa do consumidor, coisa de dar nojo nas mentes mais doentias. Para eles, é o consumidor quem está buscando "lucro". Não entendem que, na verdade, o que o cidadão busca é Justiça.

    Por isso, sobre a prova, ou seja, sobre quem deve provar oque, é a Coca que tem que comprovar suas acusações de fraude e violação posterior e não consumidor ter o ônus de trazer com "100% de certeza a prova que houve contaminação na fábrica.

    Compete ao juiz, por sua experiência de vida, julgar pelo plausível. E no caso do Direito do Consumidor, que na verdade é Direito do Cidadão ao consumir, esse "provavelmente", essa dúvida plausível, não deve ser vista contra a parte mais fraca. Para elucidar, no meu caso, decidiu assim o Desembargador do Tribunal de Justiça de SP, Dr. Caetano Lagrasta: “A se admitir a argumentação da requerida [de que não houve prova cabal que a contaminação se deu na empresa], em hipótese alguma seria possível responsabiliza-la quando haja o encontro de objetos estranhos (no caso, fezes de roedores) nas embalagens dos produtos que comercializa". Experiência de vida, oras...

    Assim, sugiro que a reportagem seja corrigida em sua chamada, que diz que a conclusão seria do TJ-SP, dando a entender que se trata de um acórdão, que é uma decisão em grau de recurso na qual firmam-se os fatos e não caberá discussão posterior sobre essa matéria; na verdade, a decisão é de uma juíza de primeiro grau. Cabe recurso, cabe mudança, e pelo texto da reportagem só se descobre isso no parágrafo final.

    Por fim, não vejo problema mental numa pessoa que diz "ir até o fim do mundo para garantir seus direitos", pois o que é o humano sem sua dignidade? Não se torna ele um animal? Sem dignidade, o homem é como uma fera.

    Por isso, problema tem o empresário, e de socialização, porque ao olhar um caso desse pré-julga o consumidor, acusando-o de ganância, medindo-o com a própria régua.

    Problema de consciência tem o advogado empresarial quando, de maneira autômata, coloca isso no papel, porque deveria ele ser o primeiro juiz da causa.

    E problema de bom senso tem quem não se apercebe que o lucro é o que move o processo produtivo das mega-marcas e, se o Judiciário, que é a última barreira, não mexer no bolso do acionista, eles não se importarão com a qualidade do que você ingere. Não mesmo.

    Que "o fim do mundo" aonde esse cidadão vai encontrar conforto seja no Tribunal de Justiça-SP e esse, ao decidir a causa,

    Re-faça Justiça!

    http://www.nacaojuridica.com.br/2013/11/rato-na-coca-cola-nunca-existiu-conclui.html

    ResponderExcluir
  20. Se a coca desentope pia e dissolve osso de galinha....como um rato estaria inteiro dentro da garrafa era pra ter só o pózinho do rato..... gente sem noçao que acreditou nisso

    ResponderExcluir
  21. Vergonhoso isso , meu padrasto ja encontrou um barata dentro de uma garrafa de vidro lacrada no qual deixou ela numa prateleira durante muito tempo ,so nao creio e que a barata ou um reodor tenha aberto um tampa de aço.

    ResponderExcluir
  22. O título da matéria dá a entender que se trata de decisão colegiada.

    ResponderExcluir
  23. ABSURDO NAO SABEMOS EM QUEM CONFIAR PQ PPRIMEIRAMNTE COMO CONSSEGUIR TIRAR UM LACRE E POR SEM CAUSAR QUALQUER DANO? OUTRO ISSO FOI A 10 ANOS ATRAS SABIA SE LA ERA TUDO LIMPINHO COMO FALAM Q E AGORA TALVEZ PODERIA TER MUDADO E MUITO 10 ANOS NAO SAO 10 DIAS.AGORA SERA Q NAO HA LAUDOS MEDICOS Q COMPROVEM A EXISTENCIA DE ALGUM TRANSTORNO MENTAL OU ALGO ASSIM ANTES DO SENHOR INGERIR A COCA ? AGORA PRA Q IR A MIDIA PRA GANHAR UMA INDENIZAÇAO A TOA DO FABRICANTE NAO SEI QUEM ESTA CERTO AI SO SEI Q O DINHEIRO FAZ COISAS ASSUSTADORAS...

    ResponderExcluir
  24. Então quer dizer que ele tomou a coca cola desse lote e so ele adquiriu essa enfermidade? E as outras pessoas no bairro que compraram do mesmo lote, porque não aconteceu nada? É tudo armação mesmo.

    ResponderExcluir
  25. Vamos entender melhor a acusação deste consumidor. 10 anos, e esse rato continua intacto dentro de uma garrafa de Coca Cola? Outra dúvida? Entre milhares de garrafas fabricadas, ele adquiriu sozinho 6 garrafas com problema? É o mesmo que ganhar na sena, acho que este inocente esta sendo influenciado por algum concorrente da Coca Cola, até porque faz tempo que um caso não repercute tanto. Prato cheio para defamar marc.

    ResponderExcluir
  26. senti vergonha alheia na época, desde quando leptospirose causa esse tipo de sintomas.. esse cara é um demente,

    ResponderExcluir
  27. senti vergonha alheia na época, desde quando leptospirose causa esse tipo de sintomas.. esse cara é um demente,

    ResponderExcluir

-------------------------------------------------------------------------
É um prazer receber seu comentário e ter sua participação.
Repasse a seus amigos e convide-os a opinar também.