Mais de 30% dos advogados estão insatisfeitos com renda na área jurídica

Postado por: Editor NJ \ 18 de janeiro de 2017 \ 1 comentários

Pesquisa com advogados de todos os Estados e do DF foi coordenada pelos professores da USP Claudio de Souza Miranda e Marco Aurélio Gumieri Valério.

32,9% dos advogados estão insatisfeitos, total ou parcialmente, com a renda que a atuação na área jurídica tem gerado. É o que revela pesquisa com advogados de todos os Estados e do DF, coordenada pelos professores da USP Claudio de Souza Miranda e Marco Aurélio Gumieri Valério.

O ICAJ – Índice de Confiança dos Advogados na Justiça, criado em 2010, levantou diversos pontos de interesse na área jurídica. A pesquisa foi desenvolvida via internet, por questionários enviados por e-mail a advogados.

Entre as perguntas do questionário, qual a satisfação que a renda na área jurídica tem gerado.




As diferenças na satisfação acentuam-se com a mudança de gênero. Entre as mulheres, a insatisfação com a renda aumenta - 44,6% das advogadas estão insatisfeitas, total ou parcialmente, com os ganhos na carreira.

Considerando as áreas de atuação, também há mudança no resultado da pesquisa.




Piso salarial

A Câmara analisa proposta (PL 6.689/13) que visa à fixação do salário mínimo profissional do advogado privado.

Na justificativa do projeto, o autor destaca as grandes "mutações estruturais nos últimos 20 anos" da advocacia e afirma que a inexistência de um piso salarial para a categoria tem feito com que os advogados privados ingressem nos escritórios recebendo "valores irrisórios", especialmente os profissionais recém-formados.





categoria: , , ,

Um comentário:

  1. Advocacia no Brasil é uma vergonha ! Data Vênia, pois, muitos escritórios além de explorar o profissional em horário INTEGRAL, oferecem salários tão irrisórios que chega ser VERGONHOSO ! E o pior, estão exigindo PÓS-GRADUAÇÃO para pagar acreditem R$1.500 à R$1.700,00 horário integral. Importante esclarecer que o Estatuto da Advocacia e Código de Ética da OAB menciona horário máximo de 04 horas. Curso de Direito, NÃO RECOMENDO para meus filhos e para amigos ! INFELIZMENTE! Está decepcionante a profissão de Advogados ! São poucos os felizardos!

    ResponderExcluir

-------------------------------------------------------------------------
É um prazer receber seu comentário e ter sua participação.
Repasse a seus amigos e convide-os a opinar também.