Justiça considera que greve dos metroviários de SP é ilegal

Postado por: Editor NJ \ 8 de junho de 2014 \ 1 comentários


O Tribunal Regional do Trabalho (TRT) considerou neste domingo abusiva a greve dos metroviários de São Paulo durante uma audiência para definir a legalidade da paralisação, que teve início na última quinta-feira.

O tribunal decidiu ainda pela manutenção da multa diária de R$ 100 mil pela paralisação ao Sindicato dos Metroviários em São Paulo, que será revertida ao Hospital do Câncer.

A Justiça julga ainda neste domingo o reajuste pedido pela categoria.

No fim da tarde de ontem, ocorreu nova assembleia do Sindicato dos Metroviários em São Paulo, que decidiu que a categoria vai continuar com a greve. Segundo o órgão, oito centrais sindicais ofereceram apoio à greve dos metroviários neste sábado. Entre elas, estão a Central Única dos Trabalhadores (CUT) e a Força Sindical.

Na sexta-feira, a Companhia do Metropolitano de São Paulo (Metrô) manteve a última proposta de reajuste salarial feita à categoria em audiência no Tribunal Regional do Trabalho (TRT), de 8,7%.

Segundo o Tribunal, independentemente do resultado do julgamento de hoje, os metroviários deverão voltar ao trabalho logo após a sessão. Mas os trabalhadores dizem que a greve é por tempo indeterminado. A categoria fará assembleia às 14h deste domingo para decidir se acata a decisão da Justiça.

Fonte: Redação Terra

categoria: , , , , ,

Um comentário:

  1. Eu acredito na justiça, quando aplicada nos injustos, não nos que trabalhão.
    Greves só beneficiam os sindicatos fazendo jus na cobrança do imposto sindical.

    Mas quem paga sempre é o trabalhador o povo isso não é justiça.
    conclamamos, A OAB trepa encima desses caras estão errados e é injusto>

    ResponderExcluir

-------------------------------------------------------------------------
É um prazer receber seu comentário e ter sua participação.
Repasse a seus amigos e convide-os a opinar também.