Em Londres, políticos não têm direito a carro oficial, apenas vale-transporte

Postado por: Editor NJ \ 27 de janeiro de 2015 \ 1 comentários

Por que motivo personalidades brasileiras que são vistas utilizando o transporte público viram notícia? Por que isso não é comum. Se pensarmos apenas em políticos, que ganham carros oficiais para se locomoverem, a ideia parece ainda mais surreal.

Mas não é em todo lugar que isso acontece. Em Londres, a London Assembly, uma espécie de Câmara dos Vereadores, não disponibiliza automóveis oficiais às autoridades locais. Os políticos recebem apenas um vale-trasporte para que se desloquem diariamente utilizando o transporte público. O maior exemplo disso é justamente o prefeito Boris Johnson, que costuma usar o metrô ou a bicicleta para ir diariamente ao trabalho.

Aliás, Johnson é um dos principais símbolos mundiais de políticos que incentivam o cicloativismo e o uso da bicicleta como meio de transporte. Quando a capital inglesa iniciou o sistema de compartilhamento de bicicletas, uma imagem do prefeito usando capacete e pedalando sua bike com uma mochila nas costas foi usada para divulgar o programa.

E não se trata apenas de gosto pessoal. O não financiamento de automóveis para uso particular é regra em Londres. “O prefeito e os membros da London Assembly têm o compromisso de usar o transporte público”, diz a norma da prefeitura. Além disso, até mesmo os reembolsos pelo uso de táxi somente são feitos caso prove-se que o funcionário não pôde utilizar uma opção mais barata.

Tudo bem que a grande maioria das cidades brasileira não tem a infraestrutura de transporte público semelhante à londrina. Mas já imaginou se as pessoas que tomam as decisões soubessem como é ser um usuário de transporte público?

Fonte: Ciclovivo

categoria: , ,

Um comentário:

  1. Em São Paulo, o prefeito Haddad tem sido visto eventualmente tomando o ônibus na Avenida 23 de Maio, próximo de sua casa na Vila Mariana, rumo à prefeitura, que fica no Centro.
    Realmente, deveria ser obrigatório que todas estas autoridades (parlamentares, prefeitos, governadores...) utilizassem ônibus, trem e metrô para seus deslocamentos.

    ResponderExcluir

-------------------------------------------------------------------------
É um prazer receber seu comentário e ter sua participação.
Repasse a seus amigos e convide-os a opinar também.