Jovem é preso ao fingir ser advogado e promotor de Justiça em Macapá

Postado por: Pedro Henrique de Oliveira Pereira \ 10 de março de 2015 \ 0 comentários

Um jovem de 20 anos foi preso suspeito de praticar extorsão a parentes de presos, em Macapá. Ele se passava por advogado e promotor de Justiça para cobrar dinheiro de famílias com promessas de liberação dos detentos. O suspeito foi detido em flagrante no Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp) do bairro Pacoval, na Zona Norte da capital.

A Delegacia de Crimes Contra o Patrimônio (DECCP) apurou que o suspeito telefonou para o Ciosp um dia antes da prisão, na quarta-feira (5), a fim de conseguir informações do cadastro de uma pessoa detida pela Polícia Civil. Ele também chegou a pedir a soltura fingindo ser promotor de Justiça.

Em depoimento à DECCP, o suspeito alegou que trabalhava para dois advogados para tentar convencer famílias a contratar os serviços jurídicos. O caso é apurado pelo delegado Celso Pacheco. Ele relatou que os advogados citados não confirmaram a relação e registraram Boletim de Ocorrências (BO) contra o rapaz.

"Ele negou que praticava extorsão, mas disse que trabalhava para advogados para cooptar pessoas na porta do Ciosp, algo negado pelos causídicos. Por causa disso, houve atuação em flagrante. O rapaz nunca fez direito e nem estuda na área, apenas disse que pretendia cursar a graduação", afirmou Pacheco.

Os valores da extorsão ainda não foram revelados pela DECCP. A investigação também apura a quantidade de pessoas supostamente enganadas pelo suspeito.

Fonte: G1

categoria: , , ,

0 comentários

-------------------------------------------------------------------------
É um prazer receber seu comentário e ter sua participação.
Repasse a seus amigos e convide-os a opinar também.