Juiz aponta necessidade da humanização no atendimento do Judiciário

Postado por: Editor NJ \ 3 de abril de 2015 \ 0 comentários

Em palestra na OAB/PB - Ordem dos Advogados do Brasil, Seção Paraíba, o juiz de Direito Antônio Carneiro, titular da 4ª vara da Fazendo Pública de João Pessoa e diretor do Núcleo de Conciliação do TJ/PB, apontou a necessidade da humanização no atendimento do judiciário e destacou a importância da postura do juiz durante a solução de conflitos.

Na oportunidade, o magistrado, que atua há 19 anos na área jurídica, lembrou do início da sua carreira, quando, após expediente, visualizava as pessoas nos corredores do Fórum, que esperavam por horas para resolver alguma questão.

"A maioria dos cidadãos, muitas vezes, procuravam saber sobre um processo, mas, constrangidos, não tinham coragem sequer de se dirigir a um servidor para buscar informação. O juiz achando que é um Deus, passa por aquele povo e nem cumprimenta."

Carneiro salientou que, nos concursos para magistrados, a investigação sobre o conhecimento jurídico é importante, mas é preciso saber, de fato, quem é o candidato.

"Com essas pequenas doses de humanidade, humildade e de esperança poderemos construir uma Justiça que será realmente merecedora da confiança, o que vai mudar a imagem do Poder Judiciário. Que não apenas os juízes sejam melhor avaliados, mas o próprio sistema de Justiça."

Com informações de Migalhas

categoria: , , ,

0 comentários

-------------------------------------------------------------------------
É um prazer receber seu comentário e ter sua participação.
Repasse a seus amigos e convide-os a opinar também.