Juiz dos EUA multa a si mesmo por deixar celular tocar durante audiência

Postado por: Editor NJ \ 23 de agosto de 2015 \ 0 comentários

O juiz Rocky Coss, de Ohio (EUA), é muito rigoroso quanto às regras do tribunal. Especialmente a que proíbe o uso de telefone celular na sala de audiências. Há, inclusive, uma placa na porta de sua sala de julgamentos, que proíbe o uso de celulares.

Recentemente, em meio a uma audiência, um som de gaita de fole invadiu a sala — a música era Scotland The Brave. Todos os presentes, ao notarem que se tratava do toque de um telefone, já esperavam a bronca do juiz. Até notarem que o celular era do próprio julgador. Ele pediu desculpas e fez o que faz com todo mundo: aplicou uma multa de US$ 25 — a si mesmo — por desacato ao juízo. "Não vejo como eu posso condenar outra pessoa por desacato e multá-la por interromper os procedimentos, se eu fizer a mesma coisa e não me multar", disse à emissora de TV WCPO.

O caso lembra o de outro juiz americano, Raymond Voyet, que, em 2013 também se multou em US$ 25. Conhecido por suas reações raivosas quando celulares tocam nas sessões, o juiz de Michigan também se deu uma dose do próprio veneno.

Com informações de Conjur

categoria: , ,

0 comentários

-------------------------------------------------------------------------
É um prazer receber seu comentário e ter sua participação.
Repasse a seus amigos e convide-os a opinar também.