STJ contrata onze pessoas com Síndrome de Down para trabalhar no tribunal

Postado por: Editor NJ \ 21 de setembro de 2015 \ 0 comentários

O Superior Tribunal de Justiça (STJ)  dá o exemplo e reforça a luta pelos direitos da pessoa com deficiência ao oficializar, nesta quinta-feira(17), a contratação de onze pessoas  com Síndrome de Down para trabalhar no tribunal e em gabinetes dos ministros. A contratação é uma das ações do Projeto Semear  Inclusão, criado com o objetivo de incentivar a valorização das pessoas com deficiência colocando-as no mercado de trabalho

O senador Romário Faria que tem uma filha com a Síndrome, e é o relator da Lei Brasileira da Inclusão da Pessoa com Deficiência((Lei 13.146, de 6 de julho de 2015), elogiou a iniciativa. Para ele, a oportunidade dada a essas pessoas é uma forma de reforçar a auto-estima delas, fazendo com que  acreditem que são capazes.”O meu sonho é que quando minha filha crescer,possa escolher uma profissão e trabalhar,assim como a partir de hoje, muitos farão aqui nesse tribunal”, declarou.

A ministra Nancy Andrighi, responsável plano de inclusão de pessoas com síndrome de Down nos quadros de prestadores de serviços do STJ, disse que  a tarefa dos novos contratado é cuidar dos livros, contribuindo com a conservação do acervo do tribunal.

Para a ministra, a sociedade precisa acolher melhor esse segmento da população. “Não dá mais para acharmos que elas não existem, não são capazes, ou que não tenham direitos. É dever da sociedade apoiá-los com alegria”, afirmou.

Com informações de Capital Teresina

categoria: , , ,

0 comentários

-------------------------------------------------------------------------
É um prazer receber seu comentário e ter sua participação.
Repasse a seus amigos e convide-os a opinar também.