Ex-detento convida juíza que lhe concedeu liberdade condicional para banca do TCC

Postado por: Pedro Henrique de Oliveira Pereira \ 9 de dezembro de 2016 \ 3 comentários

Essa é daquelas histórias que te emocionam e te fazem acreditar que o mundo pode sim ser um lugar melhor. Não seria diferente, a educação é assim: transformadora. O ex-detento Lincoln Gonçalves Santos, 32 anos, hoje bacharel em Direito pela Universidade do Vale do itajaí (Univali), convidou a juíza Denise Helena Schild de Oliveira, da 3ª Vara Criminal da Capital do TJ-SC (Tribunal de Justiça de Santa Catarina), para a banca do seu Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).



Lincoln foi condenado a 25 anos e quatro meses de prisão em 2005 por latrocínio (roubo seguido de morte). Após seis anos, ganhou o direito de cumprir a pena em liberdade condicional. Não teve dúvidas, pediu autorização à juíza para estudar direito e conseguiu. Foram cinco anos de luta, estudando como podia. O resultado não poderia ser diferente, aprovado com nota máxima: 10! A formatura aconteceu em julho e o ex-detento disse que não vai parar de estudar e que pretende fazer mestrado.

categoria:

3 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. Foda-se, devia ter sido condenado à morte por um crime grotesco e hediondo desses.

    A pessoa e a família que ele destruiu se foram pra sempre enquanto ele estuda, trabalha, curte festas e faz planos pra vida.

    O Brasil é o único país DO MUNDO que um cara mata, fica 6 anos preso e volta pra rua como se nada tivesse acontecido.

    Tenho nojo desse país.

    ResponderExcluir

-------------------------------------------------------------------------
É um prazer receber seu comentário e ter sua participação.
Repasse a seus amigos e convide-os a opinar também.