Para receber benefício do INSS, mãe amputa com machado pé de filho de 3 anos

Postado por: EditorNJ \ 20 de maio de 2018 \ 12 comentários

Um menino de três anos teve o pé direito amputado, possivelmente com um machado, na zona rural da cidade de Tabocas do Brejo Velho, Oeste da Bahia.

Segundo a Polícia Civil, a suspeita do crime é a própria mãe da criança, que teria feito isso para o menino ser aposentado por invalidez e receber benefício do governo.

O crime ocorreu domingo passado, Dia das Mães, e só foi descoberto no dia seguinte. A vítima foi operada no Hospital do Oeste, em Barreiras, e não corre risco de morte. O caso foi confirmado pela 26ª Coordenadoria de Polícia do Interior (Corpin), sediada em Santa Maria da Vitória e com abrangência em Tabocas do Brejo Velho.

O delegado Alessandro Braga, de Santa Maria da Vitória, disse que o caso está sendo apurado desde a quarta-feira (16), quando foi prestada a queixa do crime. Ele não soube informar se a mãe do menino já foi ouvida no caso. O CORREIO não conseguiu contato com a delegacia de Tabocas porque o telefone da unidade está quebrado.

O crime chegou até as autoridades policiais por meio do Conselho Tutelar de Tabocas, que recebeu denúncias de moradores do povoado de Juazeiro (a 16 km da sede), onde a criança mora com a mãe.
A conselheira tutelar Silvana Oliveira Campos, de Tabocas, disse que as suspeitas recaem sobre a mãe porque na casa dela foi encontrado um machado e um pano sujos de sangue.

Os objetos estavam num depósito nos fundos da residência, e foram apontados pelos avós da criança, que deram informações confusas sobre o que ocorreu com a vítima.

A criança, segundo a conselheira tutelar, está em um abrigo em Barreiras. O Conselho Tutelar de Tabocas pedirá que mãe da criança perca a guarda da mesma.

Há suspeitas de que, no momento do crime, ela tenha sido ajudada por um homem, que seria companheiro dela, mas ainda não foi identificado. A mulher está desempregada.

O Conselho Tutelar informou ainda que obteve informações de populares de Juazeiro de que a mãe do menino vivia dizendo que queria viver de benefício do governo.

Fonte: jconline.ne10.uol.com.br

categoria:

12 comentários:

  1. O benefício possível, no caso, seria um benefício assistencial para pessoa com deficiência, não aposentadoria por invalidez, porque para aposentadoria e necessário que a pessoa seja contribuinte do inss, o que certamente uma crianca de 3 anos não é.
    De qualquer forma, e uma lástima uma situação dessas.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas para receber o beneficio assistencial tb tem limite de idade. A motivacao do crime, se é que foi essa, nao terá exito. Acredito que a mãe nao sabia que ele nao tem direito ao referido beneficio

      Excluir
  2. Isso nunca foi mãe. Tem que fazer igualzinho com essa ordinária.

    ResponderExcluir
  3. Isso q da criar uma população depende do estado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Perfeita sua colocação. A "esmola" institucionalizada pelos inumeros "bolsa isso" " bolsa aquilo " incute no brasileiro humilde a ideia de que pode subviver (isso msm , SUB) sem trabalhar às custas de quem teabalha = bolsas beneficios(as)

      Excluir
  4. Então, se isso for verdade não é para receber aposentadoria, pq obviamente uma criança de 3 anos não tem direito. Se essa notícia for verídica essa mae tem algum transtorno mental e tem que se tratar. A notícia aponta para uma pessoa que quer viver de subsídios do governo, o que sinceramente me parece que só colocaram essa notícia dessa forma para que pensem que essa mãe quer viver com dinheiro do governo...ou seja...esse dinheiro e nosso, nós que pagamos com nossos impostos ao governo para ajudar a população...e...sim...tem pessoas querendo que todos acreditem que o pouco do dinheiro que o governo destribui está mal empregado...
    Gente, com o dinheiro que pagamos de impostos os governantes usam e abusam, juízes e procuradores usam para pagar moradia, e tantas outras coisas, acordem, vamos ajudar os que precisam...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que só existe um tratamento para esse tipo de mãe.

      Excluir
  5. O Brasil está acabando,crises e mais crises..

    ResponderExcluir
  6. O benefício que a mãe pretendia só filho o mutilando era o benefício assistencial ao DEFICIENTE, que não requer contribuições, bastando paral tal a comprovação da necessidade e da deficiência.

    Essa situação mostra o quanto as pessoas são capazes de tudo.

    ResponderExcluir
  7. Seria o benefício de prestação continuada - BPC LOAS. Mesmo assim, não teria direito, não é deficiência que enquadra...

    ResponderExcluir
  8. puta que pariu vey , isso ai e o cumolo da desordem

    ResponderExcluir

-------------------------------------------------------------------------
É um prazer receber seu comentário e ter sua participação.
Repasse a seus amigos e convide-os a opinar também.