Adolescente recebe 100 vezes a mais na rescisão, gasta tudo e vai para a cadeia

Postado por: EditorNJ \ 20 de agosto de 2018 \ 0 comentários

Um adolescente viveu seu “sonho de ficar rico” e gastar em tudo o que queria, após receber dinheiro a mais da empresa em que trabalhava. Após ser demitido, ele ganhou 19,6 mil euros, o equivalente a R$ 66,5 mil. E ele ficou apenas dois dias no emprego, veja só.

Acontece que foi um erro do sistema. O jovem irlandês Karl Smith recebeu uma quantia 100 vezes maior do que a rescisão que deveria ter sido paga pela Industrial Insulation Specialists, de 196,36 euros (cerca de R$ 665).

O “dinheiro extra” veio dois dias após seu aniversário de 19 anos — apresentando-se como uma incrível tentação — e caiu em sua conta corrente.

O adolescente sentiu como se todas as suas orações tivessem sido ouvidas por Deus quando ligou para o banco e percebeu que havia muito mais dinheiro à sua disposição. Mais ainda, afirmou depois, porque ele tinha uma dívida de mil euros com um traficante. Ou seja, o dinheiro era suficiente para pagar a conta e ainda gastar à vontade.

Sem notificar a companhia do erro, Karl simplesmente saiu gastando o dinheiro que não era seu. Comprou um PlayStation 4, uma cama e mais drogas, entre outras coisas.

A história não teve final feliz. Durante uma briga, ele foi preso em Dublin e estava cumprindo a sentença, quando seu ex-empregador pediu o dinheiro de volta. Karl não tinha mais como pagar e, diante da Corte Criminal de Dublin, foi condenado por roubo. Agora, ele vai ter que passar dois anos na cadeia pelo crime.

A juíza disse que entendeu que Karl Smith vivia um momento “vulnerável”, quando recebeu o dinheiro, mas isso não o eximia do impacto financeiro que a “diferença” teve para a contabilidade da empresa.

categoria:

0 comentários

-------------------------------------------------------------------------
É um prazer receber seu comentário e ter sua participação.
Repasse a seus amigos e convide-os a opinar também.