Comissão dá início a discussão sobre identidade de gênero no Brasil

Postado por: EditorNJ \ 12 de outubro de 2018 \ 0 comentários

Para marcar o início dos trabalhos da Comissão de Direito Homoafetivo e Gênero do Instituto Brasileiro de Direito de Família (IBDFAM/SP), diversos especialistas se reuniram para conversar sobre a importância em dar voz às necessidades da comunidade LGBT.

A comissão é presidida pelo advogado Lucas Marshall Amaral, com vice-presidência da advogada Ligia Bertaggia de Almeida Costa, do escritório Braga Nascimento e Zilio Advogados Associados. Os advogados e a secretária-diretora, Andresa Rodrigues, terão encontros trimestrais com especialistas de diferentes áreas.

Entre os convidados do primeiro encontro esteve o médico Alexandre Saadeh, mestre e doutor em psiquiatria pela USP, professor da PUC e da USP e coordenador do Ambulatório Transdisciplinar de Identidade de Gênero e Orientação Sexual, do Instituto de Psiquiatria, do Hospital das Clínicas. O especialista falou sobre a importância de dar voz às crianças e adolescentes trans.

"Os adultos trans têm tido toda uma estruturação nos últimos anos, as crianças e os adolescentes não. Eles passaram a existir à medida que o ambulatório começou a prestar um acompanhamento para essa população."

Para Lucas Marshall Amaral, é uma alegria poder contribuir para a evolução de uma pauta social tão importante e discriminada:

"Este foi apenas o início de uma jornada que trará muitas conquistas ao direito da liberdade e das minorias, fico muito honrado pelo convite da Dra. Maria Berenice Dias, Presidente da Comissão Especial da Diversidade Sexual e Gênero do Conselho Federal da OAB e Vice-Presidente Nacional do Instituto Brasileiro de Direito de Família – IBDFAM."

Fonte: Migalhas

categoria:

0 comentários

-------------------------------------------------------------------------
É um prazer receber seu comentário e ter sua participação.
Repasse a seus amigos e convide-os a opinar também.