Inquérito contra advogado detrator de Lewandowski já foi aberto

Postado por: EditorNJ \ 6 de dezembro de 2018 \ 1 comentários

O ministro da Segurança Pública, Raul Jungmann, telefonou ao ministro Ricardo Lewandowski, do Supremo Tribunal Federal, nesta quinta-feira (6/12) para avisar que já foi aberto um inquérito para investigar o advogado que o ofendeu num voo. Durante viagem de São Paulo a Brasília, o advogado se filmou dizendo a Lewandowski ter vergonha do STF.

Além da conduta de Cristiano Acioli em relação a Lewandowski, a Polícia Federal também investigará se o advogado colocou em risco a segurança do voo. Segundo relatos de quem estava no avião, Acioli fez vários discursos inflamados, andando pela aeronave, e chegou a se ajoelhar, como se rezasse.

Ele estava em uma das primeiras poltronas, ao lado de uma grávida, que também reclamou de seu comportamento e chegou a ser atendida pela tripulação.

O inquérito foi aberto a pedido do presidente do Supremo, ministro Dias Toffoli. Na quarta-feira (5/12), Toffoli enviou ofícios a Jungmann e à Procuradoria-Geral da República pedindo que as providências cabíveis fossem tomadas.

categoria:

Um comentário:

  1. Sai de sima do muro nação jurídica! Primeiro pq expressar seu sentimento sopre uma instituição ñ é crime. segundo o sentimento do cidadão é equivalente ao d+ de 70% da população e está aí expresso em facebook twitter instagram Whatsapp etc... Esse Srs do supremo Federal rasgam a constituição é usam a justiça para para fazer valer seus anseios e o povo não mais aceitará isso.

    ResponderExcluir

-------------------------------------------------------------------------
É um prazer receber seu comentário e ter sua participação.
Repasse a seus amigos e convide-os a opinar também.