Empresa envolvida em acidente com Boechat não podia fazer táxi aéreo

Postado por: EditorNJ \ 11 de fevereiro de 2019 \ 0 comentários

A empresa RQ Serviços Aéreos Especializados Ltda, dona do helicóptero de matrícula PT-HPG, que caiu nesta segunda-feira (11) no acidente que matou o jornalista Ricardo Boechat, 66, não estava autorizada a fazer o serviço de táxi aéreo, ou seja, a transportar passageiros de forma remunerada, segundo a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac).

A empresa estava certificada para prestar Serviços Aéreos Especializados (SAE), que incluem aerofotografia, aerorreportagem e aerofilmagem.

“Qualquer outra atividade remunerada fora das mencionadas não poderia ser prestada. Tendo em vista essas informações, a Anac abriu procedimento administrativo para apurar o tipo de transporte que estava sendo realizado no momento do acidente”, afirmou a Anac, em nota.

A agência informou que o helicóptero estava em situação regular, com "Certificado de Aeronavegabilidade (CA) válido até maio de 2023, e a Inspeção Anual de Manutenção (IAM) em dia até maio de 2019".

A aeronave, da fabricante Bell Helicopter, era pilotada por Ronaldo Quatrucci, que também morreu no acidente. Segundo a Anac, as licenças e habilitações do piloto estavam válidas.

O jornalista estava em Campinas palestrando a convite de uma farmacêutica, Libbs, em uma convenção anual de vendas da empresa.

Segundo o engenheiro aeronáutico Shailon Ian, CEO da consultoria Vinci Aeronautica, o transporte irregular de passageiros é “um dos maiores problemas enfrentados na aviação hoje”. “Uma empresa de táxi aéreo passa por um processo longo de certificação na Anac com várias exigências que quem pratica o transporte clandestino ou pirata não se submete”, afirma.

Para o engenheiro, a data de fabricação da aeronave não é significativa.  “Um projeto mais novo tem avanços tecnológicos na fabricação e design que tornam o voo mais seguro, mas isso não é determinante para esse tipo de trajeto, que é curto”, diz. Ele afirma que a quantidade de horas de voo e a manutenção periódica são mais importantes para avaliar a segurança.

O perito aeronáutico Antonio Nogueira, especializado em investigação de acidentes, tem a mesma opinião. “Aeronave não tem idade, velha ou nova o que importa são as manutenções periódicas. E essa máquina é boa, o modelo é perfeito”, afirma.

A Folha procurou a RQ Serviços Aéreos Especializados Ltda, mas ainda não teve resposta. A empresa Zum Brazil, especializada em realização de eventos corporativos, disse que contratou a empresa RQ para o transporte e que "sempre faz uma seleção criteriosa de todos os seus prestadores de serviço".

“Para o deslocamento do jornalista Ricardo Boechat para sua participação em convenção da Libbs Farmacêutica em Campinas, a Zum Brazil contratou a RQ Serviços Aéreos Especializados Ltda, que está em situação regular e possui todas as certificações exigidas pela Anac”, afirmou, por meio de nota. A empresa não explicou se sabia que a RQ não estava autorizada a fazer o serviço de táxi aéreo.

“A Zum Brazil lamenta profundamente as mortes do jornalista e apresentador Ricardo Boechat e do piloto Ronaldo Quattrucci, que era dono da RQ, e está à disposição das autoridades para prestar os esclarecimentos necessários”, afirmou.

A Libbs confirmou que contratou a empresa Zum Brazil para o evento. Em nota, a Libbs disse que todos os funcionários da empresa estão "profundamente consternados" com a morte de Boechat.

"Ele foi convidado para participar de nossa convenção, em Campinas, neste dia 11, e, como é comum em suas aparições, abrilhantou e fortaleceu a relevância do nosso encontro. Durante 40 minutos ele esteve conosco em um bate-papo no qual imprimiu seu estilo, sempre autêntico e verdadeiro", afirmou a farmacêutica, que disse lamentar igualmente o falecimento do piloto.

A empresa informou que o caso está em averiguação e que aguarda informações oficiais para colaborar no que puder. O evento, no Royal Campinas, ​​ainda teria um show nesta segunda. A programação foi cancelada após a confirmação do acidente. ​​

categoria:

0 comentários

-------------------------------------------------------------------------
É um prazer receber seu comentário e ter sua participação.
Repasse a seus amigos e convide-os a opinar também.