Advogado é detido por embriaguez ao volante após ser encontrado dormindo no carro

Postado em 14 de abril de 2019 \ 0 comentários

Um advogado de 43 anos foi detido após ser flagrado dirigindo sob efeito de álcool, na manhã deste domingo (14), no bairro Ibes, em Vila Velha. De acordo com o boletim de ocorrência registrado pela Guarda Municipal, Guilherme Pereira Butkowsky foi encontrado dormindo no banco do motorista, com o veículo ligado e parado no meio da pista da praça Assis Chateaubriand, atrapalhando o trânsito na região.

Ainda de acordo com a Guarda Municipal de Vila Velha, os vidros e as portas do carro estavam travados e foi preciso chamar o condutor por cerca de 20 minutos para que ele acordasse. Segundo o boletim de ocorrência, foi observado que no banco do carona havia uma garrafa de vodka.

A Guarda Municipal informou também que o indivíduo acordou visivelmente desnorteado, com dificuldade de manter os olhos abertos e mal conseguindo balbuciar palavras. Em seguida, segundo a Guarda, ele começou a andar com o veículo e só parou após várias ordens de parada dadas pelos agentes. De acordo com a equipe que atendeu a ocorrência, enquanto era revistado, o motorista desobedecia às ordens dos agentes e os ameaçou e xingou diversas vezes.

Ele foi conduzido para a Delegacia Regional de Vila Velha, onde se recusou a fazer o teste do bafômetro. No entanto, segundo a Guarda Municipal, o condutor admitiu ter ingerido bebida alcoólica. Além disso, os agentes constataram sinais e alteração da capacidade psicomotora do motorista.

Na delegacia, de acordo com o boletim de ocorrência da Guarda Municipal, o advogado fez novas ameaças aos agentes e a policiais militares do Batalhão de Trânsito, que foram acionados para realizarem o teste do bafômetro. Segundo a Guarda, foi preciso algemá-lo para preservar a integridade física da guarnição e também para evitar a fuga do mesmo.

De acordo com a Polícia Civil, o conduzido foi autuado em flagrante por embriaguez ao volante. Ainda segundo a PCES, ele pagou fiança e responderá ao processo em liberdade.

Fonte: folhavitoria.com.br

categoria:

0 comentários

-------------------------------------------------------------------------
É um prazer receber seu comentário e ter sua participação.
Repasse a seus amigos e convide-os a opinar também.