Juiz anula concessão de passaporte diplomático para Edir Macedo e esposa

Postado em 17 de abril de 2019 \ 1 comentários

O juiz federal Vigdor Teitel, da 11ª Vara Federal do Rio de Janeiro, anulou a concessão do passaporte diplomático para o bispo Edir Macedo, da Igreja Universal do Reino de Deus (IURD), e à sua esposa, Ester Eunice Rangel Bezerra.

Para o magistrado, a atuação de Macedo como líder de grande comunidade religiosa dentro e fora do Brasil não se enquadra dentro do conceito de "interesse do país" para justificar a concessão do passaporte.

"A atuação como líder religioso, no desempenho de atividades da Igreja, ainda que em prol das comunidades brasileiras no exterior, não significa que o mesmo represente 'interesse do país', de forma a justificar a proteção adicional consubstanciada no passaporte diplomático, sendo certo que as viagens missionárias - mesmo que constantes -, e as atividades desempenhadas no exterior não ficam, de modo algum, prejudicadas sem a utilização do documento em questão", afirma na decisão.

Fonte: Conjur

categoria:

Um comentário:

  1. Lula, Dilma e Bolsonaro acham que a IURD é um Estado Soberano dentro do Brasil, assim, como o Vaticano é na Itália.

    O juiz acha que pode ir contra a soberania do Brasil, representada pelo Chefe de Estado e não o chefe de governo.

    ResponderExcluir

-------------------------------------------------------------------------
É um prazer receber seu comentário e ter sua participação.
Repasse a seus amigos e convide-os a opinar também.