Promotora se nega a sentar ao lado de advogados e audiência é suspensa

Postado em 15 de abril de 2019 \ 0 comentários

Uma audiência em Eusébio/CE teve de ser suspensa em razão de um desentendimento entre a juíza que presidia a sessão e uma promotora de Justiça. A representante do MP ficou em pé durante a audiência porque não quis se sentar ao lado dos advogados e das partes, invocando prerrogativa do MP de se sentar à direita do juiz e ter um espaço destinado em frente à mesa.

Por determinação da magistrada, audiência está suspensa até que a Corregedoria de Justiça se manifeste.

Consta no termo de audiência que a sessão deixou de se realizar porque a promotora insistiu em permanecer em pé, negando-se a tomar assento no lugar de costume, ao lado dos advogados e das partes.

Segundo o documento, a magistrada que presidia a audiência passou a sentar no lugar que a promotora se “recusou expressamente a aceitar, apesar de disponibilizado o assento”.

Em vídeo gravado durante o imbróglio, a juíza diz “Eu vou sentar aqui, junto das partes, a senhora sente lá na cabeça da mesa, por mim não tem problema nenhum”. Ao que a promotora respondeu: “Não tem nenhum sentido em sentar na cabeça da mesa porque não é a minha prerrogativa”.

Assim, a juíza determinou a suspensão desta e das demais audiências estão suspensas até que a Corregedoria de Justiça se manifeste.

Fonte: Migalhas

categoria:

0 comentários

-------------------------------------------------------------------------
É um prazer receber seu comentário e ter sua participação.
Repasse a seus amigos e convide-os a opinar também.