Superação: Filho de traficante conta como o pai o criou para ser delegado

Postado em 29 de junho de 2019 \ 0 comentários

O advogado Joel Luiz Costa, 29 anos, publicou há alguns dias uma série de tuítes que causaram grande repercussão. Neles, Joel conta a sua história e como ele foi criado pelo pai, um traficante do Morro do Jacarezinho, no Rio de Janeiro, para tornar-se delegado.

Em uma série de 13 tuítes, o advogado criminalista relata como foi incentivado a estudar Direito mesmo diante do contexto em que a família estava inserida.

Hoje formado na área, Joel trabalha pela garantia e promoção dos direitos humanos, sobretudo da população periférica, negra e pobre. O relato dele, que você pode conferir logo abaixo, foi compartilhado mais de 15 mil vezes no Twitter.

O advogado conta que o pai era um traficante de longa data, mas tinha como sonho ver o filho se tornar um delegado da Polícia Federal. Para isso, fez Joel se mudar para o interior e estudar.

Ainda um garoto, Joel tomou gosto pelos estudos e foi incentivado a cursar Direito. No final, ele acabou não se tornando um advogado, mas especializou-se na área criminal. Em paralelo, ele criou um projeto de alfabetização de idosos, é colunista de um site de notícias da periferia carioca e representa diversos movimentos sociais do “morro”.

Mais! Na correria cotidiana, Joel encontra tempo para organizar um cursinho comunitário para jovens que desejam entrar na universidade.




Joel tem uma história de vida tão singular e surpreendente que já recebeu convite para contá-la em um livro e até em filme. Seu pai, hoje com 55 anos, ainda não foi consultado sobre essa possibilidade. Vale dizer que o homem abandonou o mundo do crime quando viu o filho formar-se.

Confira o relato de Joel na série de tuítes abaixo:

Joe Apamparra
@joelluizc

Atendendo aos comentários vou contar cm um traficante de drogas do Jacarezinho no RJ cria um filho fora do crime coloca ele pra fazer direito almejando que ele fizesse concurso para delegado federal
E cm esse moleque vira advogado criminal e militante de DH#thread minha história
8 de nov de 2018
_________________________________________

Joe Apamparra
@joelluizc
Respondendo a @joelluizc

Meu pai foi traficante na favela do Jacarezinho durante trinta anos e desde minha adolescência dizia que iria largar o tráfico quando eu me formasse "Doutor". E assim foi feito, me formei em fev/2012 ele saiu em Nov/2012
8 de nov de 2018
_________________________________________

Joe Apamparra
@joelluizc
Respondendo a @joelluizc

Meu pai foi traficante na favela do Jacarezinho durante trinta anos e desde minha adolescência dizia que iria largar o tráfico quando eu me formasse "Doutor". E assim foi feito, me formei em fev/2012 ele saiu em Nov/2012
8 de nov de 2018
_________________________________________

Joe Apamparra
@joelluizc
Respondendo a @joelluizc

Ele nunca foi o traficante "padrão". Não ostentava cordões, nunca pilotou moto ou tinha nome em músicas. Minha mãe comprava suas roupas rs, que era basicamente camiseta, short e chinelo Kenner. Ele nem tinha tênis, quando ia aos bailes era sempre de chinelo RS
8 de nov de 2018
_________________________________________

Joe Apamparra
@joelluizc
Respondendo a @joelluizc

Na minha infância ele tirou a mim e meus irmãos do Jacarezinho e nos levou para morar no interior do estado
C/ medo da violência por parte dos policiais e para que a gente pudesse se concentrar nos estudos. Ser filho de traficante na favela é mtooo bacana o que pode tirar o foco
8 de nov de 2018
_________________________________________

Joe Apamparra
@joelluizc
Respondendo a @joelluizc

Nesse período, como eu mandava bem nos estudos ele foi criando em mim o desejo de ter um filho "Doutor". Não consigo lembrar quando foi a primeira vez que ouvi isso, sobre seu desejo que eu fizesse direito, fosse doutor e delegado de policia federal. Ouvi muitas e mts vezes
8 de nov de 2018
_________________________________________

Joe Apamparra
@joelluizc
Respondendo a @joelluizc

Tirar 1 neguinho do morro e colocar em uma das maiores instituições do Estado seria realmente grandioso.
Fiz a faculdade onde morava e ele falava aos quatro cantos que o filho iria se formar "Doutor" assim como fala até hoje que tem um filho advogado
8 de nov de 2018
_________________________________________

Joe Apamparra
@joelluizc
Respondendo a @joelluizc

No mês da minha formatura ele sofreu o pior sequestro da sua vida, ficou 5 dias sequestrado por policiais, com torturas físicas e psicológicas
Por isso não pode ir na minha formatura ☹️ (lágrimas só de lembrar)
E eu não fui na colação de grau para ficar com ele ..foi punk
8 de nov de 2018
_________________________________________

Joe Apamparra
@joelluizc
Respondendo a @joelluizc

Dps que ele saiu foi trabalhar no Afroreggae e morar nessa cidade eu vim para o RJ, o desejo pela advocacia criminal surgiu naturalmente.
Além d ser gostoso é onde vejo que + posso ajudar meu povo preto e favelado, pois na nossa liberdade é onde o Estado mais nos ataca
8 de nov de 2018
_________________________________________

Joe Apamparra
@joelluizc
Respondendo a @joelluizc

De advogar "pra bandido" a militância defendendo os direitos humanos e participar do movimento de favelas foi tudo consequência natural
Pra mim essas atividades se confundem
De modo que advogo como hobby e milito como trampo e vice-versa
Militar realmente é verbo
8 de nov de 2018
_________________________________________

Joe Apamparra
@joelluizc
Respondendo a @joelluizc

Hj represento o Jaca no Movimento de Favelas, Advogo para o Fórum Grita Baixada, REFORMA e colunista da @noticiasfavelas
Sou advogado criminal do jacarezinho onde tenho meu escritório
aprendi a tempo que soltar bandido é melhor que prender
Até pq, todo crime é político!
8 de nov de 2018
_________________________________________

Joe Apamparra
@joelluizc
Respondendo a @joelluizc

Meu pais sempre falou "eu to aqui para pagar os estudos de vocês,porque a educação é uma herança que ninguém pode tirar dos meus filhos" (que homi)
8 de nov de 2018
_________________________________________

Joe Apamparra
@joelluizc
Respondendo a @joelluizc

E hj vejo que a diferença entre eu meus clientes foi o acesso a educação
Possibilitada por um pai traficante de drogas
8 de nov de 2018

Fonte: razoesparaacreditar.com

categoria:

0 comentários

-------------------------------------------------------------------------
É um prazer receber seu comentário e ter sua participação.
Repasse a seus amigos e convide-os a opinar também.