Mulher ganha indenização após ser impedida de entrar em banco de bermuda e top

Postado em 2 de julho de 2019 \ 0 comentários

Uma mulher, que no frescor da juventude optou por vestir bermuda jeans, top e sandálias rasteirinha para enfrentar o calor estival do verão ilhéu, será indenizada por instituição financeira cujo preposto obrigou-a a se cobrir com um blazer para só então permitir seu acesso à agência, onde necessitava realizar operações bancárias.

Ao agir desta forma, interpretou o juiz Alexandre Morais da Rosa, titular do Juizado Especial Cível do Foro do Norte da Ilha, o banco impingiu à jovem situação constrangedora e atentatória à sua moral e dignidade, uma vez que discriminatória e sem qualquer razão prática de ser. Por este motivo, terá de indenizá-la em R$ 5 mil.

Fonte: nsctotal.com.br

categoria:

0 comentários

-------------------------------------------------------------------------
É um prazer receber seu comentário e ter sua participação.
Repasse a seus amigos e convide-os a opinar também.