Participação nos lucros

Trabalhista | Última atualização em 18/04/2013

Constitui o pagamento ao empregado, em virtude de contrato de trabalho, atinente à distribuição do resultado positivo (e não negativo) conquistado pela empresa com a colaboração direta do obreiro para a obtenção do lucro. Difere da gratificação de balanço, que não exige a existência de lucro no final do exercício para seu pagamento, sendo mera liberalidade da empresa para se mostrar satisfeita com os serviços prestados, visando recompensar seus empregados.

 

Fundamentação:

  • Artigo 7º, inciso XI, da Constituição Federal
  • Artigos 63 e 621 da Consolidação das Leis do Trabalho

 

Referências bibliográficas:

  • MARTINS, Sérgio Pinto. Direito do Trabalho. 28. ed. Atlas: São Paulo, 2012.

 

Fonte: DireitoNet

Anuncie na Nação Jurídica

Faça com que sua marca seja vista por toda a nossa Nação!