Liberdade religiosa

Constitucional | Última atualização em 09/05/2017

Trata-se do livre-exercício dos cultos religiosos e a garantia, na forma da lei, da proteção aos locais de culto e a suas liturgias. Portanto, ninguém será privado de direitos por motivo de crença religiosa ou de convicção filosófica ou política, salvo se as invocar para eximir-se de obrigação legal a todos imposta e recusar-se a cumprir prestação alternativa, fixada em lei. Nesse sentido, a prestação de assistência religiosa nas entidades civis e militares de internação coletiva é assegurada nos termos da lei.

 

Fundamentação:

  • Artigo 5º, VI a VIII, da Constituição Federal

 

Referências bibliográficas:

  • Lenza, Pedro. Direito constitucional esquematizado. 16. ed. São Paulo: Saraiva, 2012.

 

Fonte: DireitoNet

Anuncie na Nação Jurídica

Faça com que sua marca seja vista por toda a nossa Nação!