Regime de sobreaviso

Trabalhista | Última atualização em 09/05/2018

É o regime de trabalho do empregado efetivo, que permanece em sua própria casa, aguardando a qualquer momento o chamado para o serviço. Cada escala de sobreaviso será, no máximo, de vinte e quatro horas, e as horas de sobreaviso, para todos os efeitos, serão contadas à razão de 1/3 (um terço) do salário normal.      

Nota-se, contudo, que a reforma trabalhista visa permitir que a convenção coletiva e o acordo coletivo de trabalho disciplinem as condições a serem aplicadas às modalidades de regime de sobreaviso, inclusive a forma de remuneração e a jornada a ser considerada, mas os limites constitucionais devem ser observados para a flexibilização in pejus de condições de trabalho por meio de negociação coletiva.

 

Fundamentação:

  • Artigos 244, § 2º, e artigo 611-A, inciso VIII, da CLT

 

Referências bibliográficas:

  • GARCIA, Gustavo Filipe Barbosa. Reforma Trabalhista. 2. ed. Salvador: Ed. JusPODIVM, 2017.

 

Fonte: DireitoNet

Anuncie na Nação Jurídica

Faça com que sua marca seja vista por toda a nossa Nação!